ppgri

Portugais, Brésil

Estágio Docência na Graduação

PPGRI22
Carga horária: 60 horas
Créditos: 
4
Tópicos: 

Política Externa Brasileira

PPGRI21
Carga horária: 60 horas
Créditos: 
4
Fichier attachéTaille
Icône PDF politica_externa_brasileira.pdf193.77 Ko
Tópicos: 
Acontece

Encerrada a primeira disciplina de mestrado orientada para formação de estudantes em extensão universitária

Projeto incentiva diálogo entre comunidade interna e externa à UFU

Foi finalizada, na última terça-feira (13/12), a disciplina fruto da parceria entre o Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI), a Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM) e a Escola de Extensão da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc/UFU) na promoção do componente curricular optativo voltado para a promoção das condições para que refugiados e outros imigrantes internacionais sejam acolhidos e tenham acesso a direitos e a serviços no Brasil.

Visando aproximar a pós-graduação da extensão universitária, a disciplina, além de trabalhar as questões relativas ao conteúdo do programa, possibilitou, também, que os alunos obtivessem vivência junto aos professores e a comunidade externa à universidade para o desenvolvimento de projetos de extensão que tratam das questões dos refugiados e imigrantes.

O cronograma do curso foi organizado em quatro etapas: aprendizagem da construção de atividades extensionistas; diálogo com profissionais sobre a contribuição da universidade para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) com foco para a integração local de refugiados e imigrantes internacionais; pesquisas exploratórias; diálogo com atores escolhidos pelos estudantes e a produção dos projetos de extensão; e análise da equipe da Escola de Extensão a respeito das propostas apresentadas ao decorrer do curso.

As ações propostas poderão ser executadas na UFU ou em outras instituições de vínculo dos estudantes. Além disso, também constituirão um  Banco de Projetos à disposição da Cátedra Sérgio Vieira de Mello UFU.

A idealizadora da disciplina, Marrielle Maia, comentou que a diretora de Extensão, Valéria Maria Rodrigues, e a equipe da Escola de Extensão, Ana Angélica Belório, Maria Cecília de Lima, Marlei José de Souza Dias e Ana Paula de Oliveira Realino Ferreira, estiveram envolvidas diretamente com a concepção do projeto. Também ressaltou sobre a possibilidade de trazer uma egressa do PPGRI, Ana Beatriz Araújo, para compartilhar sua experiência na consultoria no Banco Interamericano de Desenvolvimento. Outro diálogo que merece destaque ocorreu com a visita na UFU da assessora sênior de Campo da Agência da ONU para Refugiados, Juliana Tubini.

 

Fonte: Comunica UFU https://comunica.ufu.br/noticia/2022/12/encerra-primeira-disciplina-de-mestrado-orientada-para-formacao-de-estudantes-em

Tópicos: 
Acontece

Tempos Difíceis. O Primeiro Tempo do Governo Biden e as Eleições de Meio de Mandato

PPGRI
7 e 8 de dezembro de 2022
7 e 8 de dezembro de 2022

Entre os dias 7 e 8 acontecerá o Seminário do Instituto Nacional de Estudos sobre os Estados Unidos (INEU) sobre a conjuntura atual nos EUA. Para participar, é necessário realizar solicitação mediante nome completo e e-mail. Informações: neusa.bojikian@ineu.org.br

 

Tópicos: 

Economia, Política e Sociedade na América Latina

PPGRI20
Carga horária: 60 horas
Créditos: 
4
Tópicos: 

Grupo de Estudos em Relações Internacionais e as Linguagens Artísticas

Linhas de Pesquisa: 

O Grupo de Estudos em Relações Internacionais e Linguagens Artísticas realiza discussões sobre as Artes para desenvolver projetos de extensão e de investigação que associem manifestações artísticas de tipos diversos (cinema, artes plásticas, artes visuais, música e literatura) com conceitos pertencentes ao campo de estudos das Relações Internacionais. Os objetivos do grupo são: 1. Destacar a importância das representações culturais para a formação de significados dentro e fora do universo acadêmico, e 2. Se converter em um centro de divulgação científica de conhecimentos das Relações Internacionais para a comunidade externa à UFU.

As reuniões do grupo ocorrem a cada duas semanas.

Tópicos: 

Grupo de Estudos em Defesa e Segurança Internacional

Linhas de Pesquisa: 

O Grupo de Estudos em Defesa e Segurança Internacional se concentra no desenvolvimento de pesquisas sobre temas correlatos à área de Estudos Estratégicos. Como orientação geral, os projetos de investigação abordam assuntos como Modernização Militar, Capacidades Estatais, Poder e Potencial Militar, Perfil de Forças, Logística, Inteligência e Espionagem, Guerra Contemporânea, Doutrina e Treinamento, Forças armadas e sociedade, Relações Civis-Militares, Indústria da Defesa, Estratégia Nacional de Defesa e História das Guerras.

As reuniões do grupo ocorrem a cada duas semanas.

Tópicos: 
Acontece

O Brasil na ordem nuclear global, 1945-2018

PPGRI

Por que países capazes de se tornarem nucleares optam por não ser? O Brasil, que ganhou notoriedade por desenvolver um programa nuclear e depois voltar atrás, oferece uma resposta importante.

Para falar sobre isso, o PPGRI-UFU receberá às 18h30 do dia 20/10/2022 o Prof. Dr. Carlo Patti (PPGCP UFG) que falará sobre "O Brasil na ordem nuclear global, 1945-2018".

Carlo Patti é professor adjunto do curso de Relações Internacionais da Universidade Federal de Goiás. Doutor em História das relações internacionais pela Universidade de Florença em 2012. Desde 2014 é docente permanente dos programas de pós-graduação em História e em Ciência Política da Universidade Federal de Goiás.

Quando: 20/10, quinta, às 18h30
Onde: Pelo Zoom para estudantes do Programa e pelo youtube para público externo <https://www.youtube.com/c/ihacufba>
Tema: "O Brasil na ordem nuclear global, 1945-2018".

Haverá emissão de certificados pela plataforma SIEX-UFU.

O evento é parte de uma parceria com diversos programas da área espalhados pelo Brasil. Para saber mais, acesse http://www.ppgri.ieri.ufu.br/acontece/2022/10/14/seminarios-interinstitucionais-de-pos-graduacao-2022-2

Tópicos: 

O impacto das tensões sino-EUA na América do Sul (2000-2020): Um estudo comparado entre Argentina, Brasil e Chile

Data de início:2022

Situação: Em andamento

 Natureza: Pesquisa.

 

Descrição: Este projeto de pesquisa levanta duas questões de pesquisa principais: Qual a relação entre as disputas econômicas e geopolíticas sino-americanas na América do Sul? Como os parceiros sul-americanos mais próximos da China - Argentina, Brasil e Chile (ABC) - lidaram com as tensões sino-americanas em termos de estratégia de desenvolvimento? Para responder estas perguntas, explorarei a natureza e a importância das tensões sino-americanas e seu impacto na região do ABC em três níveis diferentes: global, regional e doméstico.

Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Pedro Henrique de Moraes Cicero - Integrante / Filipe Almeida do Prado Mendonça - Coordenador / Marisa Silva Amaral - Integrante / Leonardo Ramos - Integrante / ANDRESSA GABRIELLY DE LACERDA MENDES - Integrante / Alexandre Cesar Cunha Leite - Integrante / Tamara Claudia Coimbra Pastro - Integrante / Pedro Vinícius Freitas Pitillo - Integrante / Isabela Marques Caetano - Integrante / Luan Corrêa Brum - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.

Financiadores: 
Tópicos: 

Política Internacional e Potências Regionais

Data de Início: 2017

Natureza do Projeto: PESQUISA

Situação do Projeto: EM ANDAMENTO

Descrição: A pesquisa objetiva produzir meios para o estudo de países que assumem relevância em questões regionais e globais. Através de abordagens teóricas e recursos analíticos, este projeto trabalha com países denominados potências regionais e, através de estudos específicos, busca compreender as dinâmicas de segurança regional nas quais estão inseridos, suas perspectivas de política externa e suas relações com as grandes potências mundiais. Esta pesquisa incorpora estudos de caso de potências regionais que influenciam a dinâmica de segurança regional como Brasil, Índia, África do Sul, Irã, Turquia; potências regionais com atuação e impacto sobre as esferas regional e global, como China e Rússia; instituições, processos decisórios e perspectivas de política externa das potências regionais; o papel - se relevante - que esses vários países desempenham em temas, instituições e regimes regionais e globais, havendo, também, a necessidade de realizarmos estudos comparativos que dêem conta, além de tudo, das relações e articulações ou coalizões entre tais países, quando for o caso.

Tópicos: